Ligue
4007-2180

Paris

Paris é a capital e a mais populosa cidade da França, bem como a capital da região administrativa de Île-de-France. A cidade se situa num dos meandros do Sena, no centro da bacia parisiense, entre os confluentes do Marne e do Sena rio acima, e do Oise e do Sena rio abaixo. Como a antiga capital dum império estendido pelos cinco continentes, ela é hoje a capital do mundo francófono.

 

A posição de Paris numa encruzilhada entre os itinerários comerciais terrestres e fluviais no coração duma rica região agrícola a tornou uma das principais cidades da França ao longo do século X, beneficiada com palácios reais, ricas abadias e uma catedral. Ao longo do século XII, Paris se tornou um dos primeiros focos europeus do ensino e da arte. Ao fixar-se o poder real na cidade, sua importância económica e política não cessou de crescer. Assim, no início do século XIV, Paris era a mais importante cidade de todo o mundo ocidental.

 

No século XVII, ela era a capital da maior potência política europeia; no século XVIII, era o centro cultural da Europa, cuja efervescência durante o Iluminismo lhe permite ainda hoje carregar o título de Cidade Luz; e no século XIX, era a capital da arte e do lazer, a Meca da Belle Époque. Sua arquitetura, seus parques, suas avenidas e seus museus fazem-na, pelo ano de 2004, a cidade mais visitada do mundo francófono, com cerca de 25 milhões de turistas, aproximadamente 500 000 a mais do que em 2003, segundo a Secretaria de Turismo e de Congressos de Paris. As margens parisienses do Sena foram inscritas, em 1991, na lista do Património Mundial da UNESCO.

 

Paris é a capital económica e comercial da França, onde os negócios da Bolsa e das finanças se concentram. A densidade da sua rede ferroviária, rodoviária e da sua estrutura aeroportuária — um hub da rede aérea francesa e europeia — fazem-na um ponto de convergência para os transportes internacionais. Essa situação resultou duma longa evolução, em particular das concepçõescentralizadoras das monarquias e das repúblicas, que dão um papel considerável à capital do país e nela tendem a concentrar ao extremo todas as instituições. Desde os anos 1960, os governos sucessivos têm desenvolvido políticas de desconcentração e dedescentralização a fim de reequilibrar o país.

 

Abrigando numerosos monumentos, por seu considerável papel político e econômico, Paris é também uma cidade importante nahistória do mundo. Símbolo da cultura francesa, a cidade atrai quase trinta milhões de visitantes por ano, ocupando também um lugar preponderante no mundo da moda e do luxo.

 

Em 2007, a população intra-muros (dentro do limite dos antigos muros) de Paris era de 2 193 031 habitantes pelo recenseamento doINSEE.[3] Porém, ao longo do século XX, a área metropolitana de Paris, se desenvolveu largamente fora dos limites da comunaoriginal. A Grande Paris é, com seus 11 836 970 habitantes,[4] uma das maiores aglomerações urbanas da Europa e da União Europeia. Com um PIB de US$813.364 milhões[5] a Região Parisiense é um ator econômico europeu de primeira grandeza, sendo a primeira região econômica europeia.

Arco do Tirunfo
Place Charles de Gaulle, 5537-7377, arc-detriomphe.monuments-nationaux.fr; out./mar. 10h/ 22h30; abr./set. 10h/23h; € 9
Concebido porNapoleão, fica numa rotatória de onde partem 12 avenidas, inclusive a Champs-Elysées. Simplesmente um dos mais conhecidos cartões-postais de toda a Europa.

 

Basílica de Sacré-Coeur
35, Rue du Chevalier-de-la-barre, 5341-8900, sacre-coeur-montmartre.com; 6h/22h30, basílica, 9h/17h, cripta e domo; € 5 para acripta e o domo
Impressionante, fica no topo da colina de Montmartre, com linda vista da cidade.

 

Batofar ou Otocar
Quai François Mauriac, 11, 5314-7659, batofar.org; 20h/último cliente; a entrada varia de acordo com os eventos;
Barco ancorado no Sena, com restaurante, night club e alguns dos melhores DJs do mundo. Antes de o bar abrir, um ônibus de dois andares serve drinques.

 

Bercy Village
Cour Saint-Émilion, 4002-9080, bercyvillage.com; 11h/21h;
Grande entreposto de vinho no século 19, hoje tem lojas de beleza, decoração, vestuário, alimentação e diversão.

 

Catedral de Notre-Dame
Place du Parvis de Notre-Dame, 6, 4234-5610, notredamedeparis.fr; 8h/19h
Obra-prima da Idade Média, levou quase dois séculos paraficar pronta. Aos domingos, a missa das 10h tem canto gregoriano. E às 17h30, o órgão de 7 800 tubos entra em ação.

 

Centre Georges Pompidou
Place Georges Pompidou, 4478-1233, centrepompidou.fr; 11h/22h qua. a seg.; € 10 a € 12; g. Grátis no primeiro domingo de cada mês
Tem um jardim de esculturas ao ar livre, um dos maiores acervos de arte moderna da cidade e terraço com bela vista. O horário das exibições varia.

 

Centro Kagyu-Dzong
Route de La Ceinture du Lac Daumesnil, 40, 4004-9806, kagyu-dzong.org; 9h30/18h ter. a dom.
Templo tibetano de arquitetura monumental no bosque de Vincennes.

 

Favela Chic
Rue du Faubourg du Temple, 18, 4021-3814, favelachic.com; 19h30/2h ter. a sex., 19h30/4h sáb.;
Muito internacional, muito chique, muito kitsch. Shows com a nata da música brasileira

 

Gibert Jeune
2, Place Saint-Michel, 5681-2222, gibertjeune.fr;
Ninguém vende livros mais baratos.

 

Jardim de Luxemburgo
Boulevard Saint-Michel, 4326-4647; 7h15/20h15.
O parque mais conhecido da cidade é também um dos mais belos.

 

Le 66
Avenue des ChampsÉlysées, 66, 5353-3380, le66.fr; seg./sex. 11h/20h, sáb 11h30/20h30, dom 13h30/19h30;
Inaugurada em 2007, esta loja de arquitetura ousada reúne o que há de mais antenado em design de roupas, acessórios e livros.

 

Les Frigos
Rue des Frigos, 19, 4424-9696, les-frigos.com; marcar hora para visita
Galeria gigante de cinco andares e 8 800 metros quadrados, com trabalhosde 250 artistas em congeladores de um frigorífico desativado.

 

Misentroc
Rue Notre-Dame-des Champs, 63, 4633-0367, misentroc.fr; 10h30/13h15 e 14h30/19h ter. a sex., 10h/19h sáb. e dom.;
É o brechó mais antigo da cidade. Só vende marcas famosas (DKNY, Dior, Prada), a preços mais acessíveis.

 

Museu D'Orsay
Rue de Lille, 62, 1-4049-4814, musee-orsay.fr; 9h30/18h ter. e qua., 9h30/21h45 qui., 9h30/18h sex. a dom.; € 8. Grátis no primeiro domingo decada mês.
O prédio, na antiga estação de trens, já vale a visita. Seu acervo é variado com telas de Monet, Renoir, Cézanne, Gauguin, Manet, VanGogh, Degas, entre outros.

 

Museu do Louvre
Rue de Rivoli, 101, 1-4020-5760, louvre.fr; 9h/18h seg. e qui., 9h/22h qua. e sex., 9h/18h sáb. e dom.; € 9 ou € 6 visita noturna qua. e sex. Grátis no primeiro domingo de cada mês
O museu mais famoso do mundo exibe a Monalisa, de Da Vinci, e a Vênus de Milo, entre milhares de obras. Chegue cedo e encare as filas.

 

New Morning
Rue des Petites Ecuries, 7, 4523-5141, newmorning.com; 20h/0h ter. a dom.; preço da entrada varia conforme o show;
É pequeno, quente e esfumaçado. Mas é a maior referência do jazz na cidade, com shows com bandas do mundo todo. Chegue cedo para pegar uma boa mesa.

 

Ponte de Estoque de Passy/Dépot-Vente
Rue de la Tour, 14, 4520-9521; seg/sáb. 10h/19h;
Peças Chanel e Yves Saint Laurent originais de coleções passadas, pela metade do preço.

 

Rede Nicolas
nicolas.com
As 30 lojas da rede oferecem bons vinhos em todas as faixas de preço. Diga quanto pretende gastar e peça um conselho aos vendedores, que falam inglês - às vezes até português. A rede tem ainda cinco bars à vin, que servem em taça uma enorme oferta de rótulos.

 

Rue Oberkampf
Para beber e paquerar, percorra esta rua até o Canal Saint-Martin, ou suba à Rue des Abbesses, em Montmartre. No Marais, as imediações da Rue Vieille du Temple atraem o público GLS.

 

Torre Eiffel
Avenue Anatole France, 5, Champs de Mars, 1-4411-2323, tour-eiffel.fr; 1º set./12 jun. 9h30/23h45; 13 jun./31 ago. 9h/0h45; € 4,50 1º andar, €8 2º andar, € 13 último andar
Erguida para a Exposição Universal de 1889, tem 324 metros de altura e uma das vistas mais bonitas da Cidade-Luz. Vale lembrar que o último andar sempre fecha uma hora antes do horário de visitas anunciado.

Paris tem um clima de tipo oceânico de transição: a influência oceânica é preponderante sobre a influência continental e se traduz em verões relativamente frios (18 °C em média) e invernos amenos (6 °C em média). Há chuvas frequentes em todas estações e um tempo difícil de prever, mas a influência continental faz com que as chuvas sejam bem mais fracas (641 milímetros) do que na costa, independentemente das temperaturas, seja no coração do inverno ou no mais estafante verão. O desenvolvimento urbano provoca uma alta da temperatura assim como uma baixa do número de dias encobertos.

Ocultar
Receba ofertas exclusivas no seu e-mail